Delgado, João

Lagos, ca. 1553 — Coimbra, 30 setembro 1612

Palavras Chave: Jesuítas, Santo Antão, Matemática, Clávio.

João Delgado foi o primeiro professor de matemática da Aula de Esfera, inaugurada em 1590 no Colégio de Santo Antão em Lisboa. Tornou-se jesuíta por volta de 1574. Entre 1576 e 1585, estudou Teologia em Roma, onde cursou também Matemática na célebre Academia de Matemática do Colégio Romano, tendo sido aluno de Cristóvão Clávio, apesar de o seu nome não vir referenciado nos catálogos de alunos do Colégio Romano que subsistem. Voltou a Portugal com o intuito de seguir para o Brasil, mas esta última viagem acabou por não se concretizar. Pode ter ensinado matemática em Portugal logo após o seu regresso de Itália, nos anos de 1584 ou 1585, mas, com certeza, apenas se pode afirmar que lecionou matemática entre 1586 e 1589 em Coimbra, em cursos privados. Nos anos 1589–1590 exerceu, em Évora, as tarefas de Padre e confessor, mas sem funções docentes atribuídas; foi no mesmo ano de 1590 que fundou a primeira cátedra de matemática num colégio Jesuíta em Portugal, o de Santo Antão, em Lisboa. Aí ensinou a disciplina até à sua morte e formou um pequeno grupo de matemáticos, muitos dos quais acabaram por lecionar na mesma instituição. A sua atividade docente, no entanto, não foi contínua, mas sofreu diversas interrupções, também devido ao facto de lhe caber o cargo de arquiteto para toda a toda a província da Lusitânia. Nessa qualidade dirigiu diversas obras, entre as quais as de Santo Antão-o-Novo, as do Noviciado da Cotovia e as do Colégio das Artes. Durante as suas ausências, o ensino da matemática em Santo Antão foi assegurado normalmente pelo seu assistente Francisco da Costa.

Dos cerca de vinte e cinco anos que lecionou, apenas conhecemos o conteúdo de parte do curso de 1605/6, que se debruçou sobre temas de astronomia e esfera, e do curso do ano imediatamente seguinte, de 1606/7, que se concentrou em tópicos de astrologia prática (ou: judiciária). As notas de aula correspondentes ao primeiro curso subsistem em dois manuscritos (Lisboa, Biblioteca da Academia de Ciências, Cod. 491 V; Porto, Biblioteca Pública Municipal, Cod. 664); um terceiro manuscrito, pertencente a um colecionador privado, parece possuir o mesmo conteúdo, mas corresponde antes a um curso lecionado no ano de 1598. Os conteúdos do segundo dos cursos referidos sobrevivem em três manuscritos (Lisboa, Biblioteca Nacional, Cods. 2130 e 6353; Madrid, Biblioteca Nacional de Espanha, Cod. 8931). Existe, além destes, um outro manuscrito intitulado Explanationes in Sphaeram Ioannis de Sacrobosco que apresenta o nome do autor ilegível e contém lições ditadas em Coimbra em 1587 (Coimbra, Biblioteca Geral da Universidade, Cod. 1184); como nesta data não havia docente de matemática na Universidade de Coimbra e João Delgado já ensinava no Colégio da cidade, o curso chegou a ser-lhe atribuído; no entanto, nos colégios portugueses de então era prática comum os próprios professores de filosofia lecionarem algumas lições de esfera elementar, não sendo este um exclusivo dos professores de matemática. Não é certo, portanto, que este curso lhe deva ser atribuído. Sabe-se que João Delgado tencionava compor um curso de matemática para ser lido em três anos, pois em 1606 chegou ao Geral Cláudio Acquaviva, em Roma, uma carta onde se requisitava um assistente que pudesse ajudar nessa tarefa. A versão final deste manual deveria vir a ser enviada para Roma a fim de receber a opinião de Clávio, mas o texto não chegou a ser publicado e está por confirmar que tenha sido escrito. Também se formulou a hipótese de haver uma correspondência regular com Clávio, mas, apesar de provável, nenhum documento atesta esta suposição. Os cursos de João Delgado não são apenas interessantes pelo conteúdo matemático. O curso de teórica dos planetas abria com um prólogo sobre temas de epistemologia da matemática, que adquiriram grande relevância nos séculos XVI e XVII. Nisto Delgado parece ter sido um pioneiro: foi um dos primeiros formandos da Academia de Clávio a empreender um tratamento tão cuidado do tema e o primeiro a fazê-lo em língua portuguesa (embora em Portugal o tema já tivesse surgido anteriormente em aulas de filosofia, leccionadas em latim). 

Bernardo Mota
Centro de Estudos Clássicos, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa

Arquivos

Roma, Archivum Romanum Societatis Iesu, Lusitania 39 e 44.

Coimbra, Biblioteca Geral da Universidade, Cod. 1184. (autoria não segura)

Lisboa, Biblioteca da Academia de Ciências, COD. 491 V.

Madrid, Biblioteca Nacional de Espanha, Cod. 8931.

Porto, Biblioteca Pública Municipal, Cod. 664.

Obras

Correspondentes a conteúdos de aulas lecionadas pelo autor

Tratado breve dos relógios.

Teóricas dos planetas.

Lições de cosmografia e teoria dos planetas. 

Astrologia prática ou judiciária.

Bibliografia sobre o biografado

Baldini, Ugo. “L’insegnamento della matematica nel Collegio di S. Antão a Lisbona, 1590-1640).” In A Companhia de Jesus e a Missionação no Oriente, ed. Nuno da Silva Gonçalves, 275–310. Lisboa: Fundação Oriente, 2000.

Carolino, Luís Miguel. “João Delgado SJ e a ‘Quaestio de Certitudine Mathematicarum’ em inícios do século XVII.” Revista Brasileira de História da Matemática 6 (11) (2006): 17–49.

Gomes, João Pereira. “Delgado (João).” In Verbo, Enciclopédia Luso-Brasileira de Culturasub nomine. Lisboa: Editorial Verbo, 1999.

Leitão, Henrique. Sphaera Mundi: A Ciência na Aula de Esfera. Manuscritos Científicos do Colégio de Santo Antão nas Colecções da BNP, pp. 103, 105–108. Lisboa: BNP, 2008.Mota, Bernardo. O Estatuto da Matemática em Portugal nos Sécs. XVI e XVII, 210–223. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e Tecnologia, 2011.

Costa, Francisco da

Pinhel, ca. 1567 — Lisboa, 1604

Palavras-chave: Jesuítas, Santo Antão, Matemática, Século XVI.

Francisco da Costa, que não deve ser confundido com outros homónimos seus contemporâneos, como aquele que ensinou filosofia e teologia em Évora e Coimbra, tornou-se jesuíta por volta de 1582. Estudou língua grega em Coimbra, nos anos de 1586 e 1587, e filosofia, em Lisboa, até 1590. A partir de 1591 tornou-se assistente de João Delgado, que havia fundado a primeira escola de matemática em colégios jesuítas portugueses, a Aula de Esfera, no colégio de Santo Antão em Lisboa. Aí ensinou matemática; primeiro, como substituto do mestre, nos anos de 1591/2, 1592/3, 1595/6 e 1598/9; depois, como professor titular, nos anos de 1602/3 e 1603/4. Este trabalho ocupou-o até à sua morte, exceto nos anos desde 1596 (ou 1597) até 1602, período durante o qual estudou teologia em Évora e ensinou literatura latina em Coimbra. O teor da sua obra pertence ao domínio das matemáticas e consiste no conteúdo dos cursos que lecionou na Aula de Esfera em português, que conhecemos por meio das notas de aulas dos seus alunos. Além das funções docentes que cumpriu na Aula de Esfera, sabemos que também exerceu atividade como arquiteto.

Bernardo Mota
Centro de Estudos Clássicos, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa

Arquivos

Roma, Archivum Romanum Societatis Iesu, Lusitania 39 e 44.

Lisboa, Biblioteca da Ajuda, Cod. 46 VIII 18; Cod. 49 II 9; Cod. 49 III 19.

Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, Cod. PBA 54.

Greenwich, National Maritime Museum, Cod. NVT 7.

Londres, British Museum (Cod. Egerton 2063).

Obras

Apontamentos de aulas lecionadas

Tratado de Geografia, 1594–1595.

Arte de Navegar, 1596.

Fábrica e composição do globo astronómico, 1601–1602.

Compêndio de Cosmografia, 1601–1602.

Tratado de Esfera, 1601–1602. 

Tratado de Hidrografia (ano desconhecido).

Tratado astrológico (ano desconhecido).

Teóricas dos Planetas (lecionadas no Colégio de Santo Antão do ano de 1609).

Bibliografia sobre o biografado

Albuquerque, Luís. “A «Aula de Esfera» do colégio de Santo Antão no século XVII.” Anais da Academia Portuguesa de História s.2 n. xxi (1972): 346–349.

Baldini, Ugo. “L’insegnamento della matematica nel Collegio di S. Antão a Lisbona, 1590-1640).” In A Companhia de Jesus e a Missionação no Oriente, ed. Nuno da Silva Gonçalves, 275–310. Lisboa: Fundação Oriente, 2000.

Gomes, João Pereira. “Delgado (João).” In Verbo, Enciclopédia Luso-Brasileira de Cultura, sub nomine. Lisboa: Editorial Verbo, 1999. 

Leitão, Henrique. Sphaera Mundi: A Ciência na Aula de Esfera. Manuscritos Científicos do Colégio de Santo Antão nas Colecções da BNP. Lisboa: BNP, 2008.